Resenhas

[Resenhas][threecolumns]

Google Stadia - Lançamento, preço e banda necessária


A Google apresentou na tarde desta quinta os detalhes sobre o seu novo serviço de streaming de games, o Google Stadia. Ou seja, os servidores da Gigante de Mountain View se tornam o seu console em qualquer lugar e você pode acessá-lo via qualquer dispositivo conectado com o navegador Chrome. No evento foram confirmados preço, requisitos mínimos, periféricos e títulos disponíveis já no lançamento, que deve acontecer em novembro.

Desde o anúncio da plataforma, no ano passado, a ideia da Google é consumir o menor pacote possível de dados para entregar performance de máquinas de última geração. Para conseguir jogar é preciso ter uma conexão com pelo menos 10 mbps de download e 1 mbps de upload, com resolução 720p e 60 quadros por segundo e som Surround 5.1.



Para ter uma experiência lisinha em 4K a 60 quadros por segundo, aí é preciso ter uma banda maior, de 35 mbps. Vale destacar que você também precisa ficar de olho nas configurações de seu roteador, para que ele esteja distribuindo o sinal de maneira adequada, seja via cabo ou sem fio.

Tudo isso tem suporte para mouse, teclado e outros controles. Entre os primeiros títulos anunciados estão Baldur’s Gate 3, Ghost Recon: Breakpoint, Gylt, entre outros.



O bundle “Founder’s Edition” traz um Chromecast mais potente, chamado de Ultra, que mede 6 cm e pode transferir etc; um gamepad escuro; Destiny 2 com possível cross-save entre PC e Xbox One; e três meses de assinatura. Para ter esse “starter pack”, será necessário desembolsar US$ 129 (R$ 500). O gamepad poderá ser comprado em diferentes cores, separadamente, a US$ 69 (R$ 267).

Depois disso, é preciso pagar por US$ 9,90 (R$ 38,38) mensais pelo Stadia Pro, que traz suporte para 4K a 60 quadros por segundo. Você teria acesso a um catálogo grátis, mas ainda assim seria necessário desembolsar para comprar os títulos — e ter o perfil Pro te daria descontos para isso, de maneira semelhante à PlayStation Plus ou à Xbox Live Gold.

Como é possível acessar o Stadia sem assinatura, também comprando títulos individuais, tudo indica que há uma versão “free-to-play”, com limitações, é claro. Assim, o Stadia Pro seria a modalidade no estilo “Netflix de jogos” que todos já imaginavam.

Estão previstos 14 países nessa primeira leva e, infelizmente, o Brasil não está na lista. Recebem a partir de novembro o Google Stadia: Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha, Itália, Espanha, Holanda, Bélgica, Finlândia, Dinamarca, Suécia e Noruega.

Até mais! Cris

06 junho 2019
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :


Lançamentos de Livros

[Dicas][twocolumns]

Canal Hora dos Brinquedos

[Youtube][grids]