Resenhas

[Resenhas][threecolumns]

Resenha: Paixão Sem Limites - Abbi Glines


Paixão Sem Limites é o primeiro volume da trilogia Sem Limites, de Abbi Glines.

Conta a história de Blaire Wynn, uma garota de 19 anos que vai morar com o pai em Rosemary, na Flórida, após sua mãe falecer. Blaire perdeu a irmã gêmea Valerie há cinco anos em um acidente de carro em que o pai dirigia o veículo. Após esse acontecimento, o pai saiu de casa e nunca mais voltou. Como se isso não bastasse, Blaire passou os últimos três anos cuidando da mãe doente,  vítima de câncer e, por conta disso, não teve muito tempo para aproveitar a adolescência como seus colegas de escola. Sozinha, assumiu a responsabilidade de cuidar da casa e da mãe, e, por fim, do velório, sem ajuda do pai, que não a procurou nem mesmo quando a mãe faleceu. Para pagar a conta do hospital precisou vender o seu único bem, a casa da família no Alabama. Blaire procura o pai para solicitar ajuda e ele pede que ela vá morar com ele e sua nova família. Porém, quando Blaire chega ao endereço informado, descobre a mansão de três andares na praia com vista para o mar em que o pai vive. E descobre mais, o pai havia viajado para Paris e não esperou ao menos ela chegar para recebê-la, deixando-a sozinha com o filho da madrasta.

“Tudo que me restava eram as minhas roupas e a picape. Ligar para o meu pai depois de ele não aparecer nem uma vez sequer durante os três anos da batalha da minha mãe contra o câncer foi complicado. Complicado, mas necessário: ele era o único parente que me restava.
Olhei para a imensa casa de três andares situada bem em cima da areia branca da praia de Rosemary, na Flórida. Aquela era a nova casa do meu pai. Sua nova família. Eu não iria me encaixar ali.” 

Assim que chega, Blaire percebe que está tendo uma festa na mansão e logo é apresentada para Rush Finlay, o dono da casa. Rush tem 24 anos, é lindo e rico, filho da madrasta com um famoso astro do rock. Ele não recepciona bem a irmã postiça, mas como Blaire está sem dinheiro e sem lugar para dormir, oferece que ela durma embaixo da escada, no quarto da empregada, até que o pai retorne de viagem.

“- Eu não gosto do seu pai e, pelo tom da sua voz, você também não – disse ele, perspicaz. – Tem um quarto vazio hoje à noite. Vai ficar vazio até a minha mãe voltar. Eu não peço para a empregada dela vir quando ela está viajando. (...) Você pode ficar no quarto dela debaixo da escada. É pequeno, mas tem cama.”

Rush e Blaire são de mundos completamente diferentes, e isso fica visível com as constantes festas que ele oferece em sua mansão, enquanto Blaire precisa trabalhar no country club para juntar dinheiro e se mudar logo dali.

Não tinha reparado em como ele estava gato com aquele smoking preto; tive que me esforçar ao máximo para não ficar secando. Agora que ele estava ali bem na minha frente vestido daquele jeito e eu de uniforme de garçonete e toda suja de escargot, a imensa diferença entre os nossos mundos ficou patente.”

Rush não gosta do pai de Blaire, mas logo percebe que ela é diferente dele. Ele, que tem todas as mulheres aos seus pés, começa a se interessar pela única que não deveria. Rush guarda um segredo de Blaire, que pode alterar tudo o que ela sempre acreditou.


É uma leitura bem fácil e gostosa. Não seria bem um romance erótico, uma vez que o livro tem uma certa dose de drama. Mas, por outro lado, contém algumas cenas de sexo bem detalhadas. Também não é um romance no estilo romântico, uma vez que Rush faz o tipo Bad Boy. Fica bem no gênero new adult, tendo Blaire uma vida cheia de desafios e problemas para enfrentar sozinha.

Blaire me pareceu bem concentrada nos seus objetivos e de acordo com a condição em que se encontrava. Precisava de um emprego, correu atrás; precisava de um lugar para dormir, soube aproveitar o que tinha disponível; precisava de dinheiro, guardava o que ganhava. Ela consegue cuidar de si.

No início, Rush age como um babaca, o que dá muito ódio dele. Depois, tem os momentos de indecisão em que ele que não sabe o que quer. Fica naquela de quer, não quer. E depois, se rende aos encantos de Blaire e surpreendentemente se mostra um perfeito cavalheiro.

O que não me agradou mesmo foi o linguajar dos personagens. Sinceramente achei que eles usam uma linguagem vulgar, que empobrece muito o livro. Se a intenção era usar o estilo para expressar paixão, ou deixar mais intenso, na minha opinião foi desnecessário.

Ao final, obviamente, o segredo de Rush é revelado. E foi quando o livro me prendeu mais. Achei muito bem explorado o drama pelo qual a protagonista passa. E muito bonitinha a reação de Rush. Foi nesse ponto que o livro aprofundou mais nos sentimentos dos personagens e saiu da paixão superficial. Achei na medida certa a dose de drama, sexo e paixão. Nem mais, nem menos. Terminei o livro já querendo o segundo volume, que, pelo trecho que li, promete.

As páginas são amareladas; a fonte, a margem e o espaçamento são OK, tranquilo para ler. A capa e o título não me agradam muito.

Nota: 4/5 (Ótimo)

ISBN: 978-85-8041-220-8
Editora: Arqueiro
Tradutora: Fernanda Abreu
Páginas: 185
Ano: 2013

E aí, você já leu? Poste aqui seu comentário.

Até mais! Fabi

24 janeiro 2014
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :


Lançamentos de Livros

[Dicas][twocolumns]