Resenhas

[Resenhas][threecolumns]

Review: Tearaway


Para quem sempre esperou por um jogo que fosse definitivamente o motivo de se ter um PS Vita, Tearaway é a resposta. A criatividade do jogo vai além do que se possa colocar em palavras. Tearaway cativa desde o início até o final. Posso dizer que o envelope (sim, o personagem principal é um envelope) é mais carismático até mesmo que sackboy, produto da mesma desenvolvedora, Media Molecule.


A história de Tearaway é simples. O personagem que controlamos é um envelope chamado Iota que possui uma mensagem a ser entregue para VOCÊ. Isso mesmo, quando digo você é o próprio jogador, que o tempo todo aparece e faz parte do game. Você ( o jogador) aparece dentro do Sol no game e o tempo todo o envelopinho caminha em sua direção para tentar entregar a mensagem. Por si só, o jogo já começa fazendo com que fiquemos curiosos com o conteúdo da mensagem. 

Tearaway em seus primeiros minutos já se mostra uma obra prima. Seja pelos cenários, todos montados de papel, seja pelos recursos que utiliza do PS Vita, tudo parece se encaixar. O Vita não é utilizado em nenhum momento de maneira artificial ou forçada. Pelo contrário, integra completamente cada objetivo do game de maneira espetacular. Por exemplo, alguns seres estão sem cor no game. Nesse momento, acesse a câmera e tire uma foto dele. Além de devolver sua cor, você também irá ter acesso a como fazer o ser ou objeto de papel de verdade através de um tutorial. Genial! Falando nisso, todo o game pode ser montado de verdade através de papel no mundo real. 

A tela de toque traseira é utilizada para "enfiarmos" o dedo no jogo e ajudarmos o Iota a lutar contra seus inimigos, chamados de retalhos, ou movermos objetos. A tela da frente é utilizada para esmagarmos alguns inimigos ou abrirmos presentes e partes dos cenários. A câmera é utilizada para tirarmos fotos, colocar cores em alguns seres, e para que possamos aparecer no game. Outro destaque fica por conta da customização. O tempo todo o jogo irá pedir para você customizar o envelope e outros personagens, colocando olhos, roupas, objetos e características diferentes no herói e seus amigos. Além disso, você poderá desenhar e recortar seu próprio adorno. Incrível. 

A sensação que tive ao jogar Tearaway foi bem parecida com a de Journey do PS3. Esbanja emoção, criatividade e vontade de jogar mais. Assim como esse último título, o único pecado de Tearaway é ser curto. Mas nada que atrapalhe pois há muito o que explorar em busca de itens no jogo. 

Outro ponto extremamente importante a se destacar no jogo é a dublagem. Ficando no topo dos exemplos que temos de excelentes games dublados em português do Brasil, o trabalho feito em Tearaway é primoroso. As vozes são perfeitas para cada personagem e se encaixam direitinho com cada situação. Nota 10.

Caso o leitor deste review esteja na dúvida se compra ou não um PS Vita, vá por mim. Compre. Tearaway vale o preço do Vita. É divertido, instigante, criativo e traz toda a magia que todo game deve ter. 


Nota: 10/10

Plataforma: PS Vita
Produtora: Media Molecule

Até mais! Cris

10 dezembro 2013

Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :


Lançamentos de Livros

[Dicas][twocolumns]